LOGO COMPLETO.png

Uma mulher em idade reproductiva deve ter ciclos menstruais regulares com duração entre  25 e 36 dias. A presença de ciclos irregulares (ou não ter menstruação) pode significar disfunção ou patologia num dos diferentes órgãos responsáveis pelo ciclo menstrual. Se é o seu caso, este estudo clínico pode-a ajudar. Participe!

Se os seus ciclos menstruais forem regulares, participe neste estudo fazendo parte do grupo controlo.

 

Sobre os ciclos irregulares e ausência de menstruação

Os ciclos irregulares ou longos períodos sem menstruação, em mulheres em idade reprodutiva, são geralmente causados por uma disfunção no funcionamento do ovário. Esta disfunção pode ser causada por patologia a nível do ovário ou por patologia nos órgãos que controlam o seu funcionamento (por intermédio de hormonas). Embora os ciclos irregulares e ausência de menstruação possam ser “corrigidos” fazendo um contraceptivo hormonal (“pílula”), na verdade nada está a ser verdadeiramente corrigido a nível do ovário ou dos órgãos que o controlam, apenas estão a ser fornecidas externamente as hormonas que o ovário deveria produzir naturalmente.

Sendo os ciclos irregulares ou longos períodos sem menstruação uma situação patológica, esta deve ser sempre minimamente estudada, para excluir situações de maior gravidade e para que cada mulher possa conhecer os seus riscos futuros, nomeadamente na capacidade de engravidar.

A disfunção ovárica, ao não permitir a ovulação, é a principal causa de infertilidade feminina. A correcta identificação da sua causa e a sua correcção, de uma forma dirigida, é essencial para que a mulher consiga engravidar de uma forma segura e eficaz.

Objectivos do Estudo
Embora esta situação clínica seja muito frequente, os mecanismos subjacentes às principais causas de disfunção ovárica (como o Síndrome do Ovárico Poliquístico) ainda não são completamente compreendidos. A falta de conhecimento sobre estes mecanismos e a forma como interagem tem contribuído para orientações clínicas, muitas vezes, incorrectas ou pouco eficazes.
Neste estudo, através de uma avaliação clínica com recurso a ecografia 2d/3d, análises hormonais (diferentes das realizadas por rotina) e de questionários de avaliação clínica, pretendemos estabelecer com maior precisão os critérios de diagnóstico das diferentes condições que conduzem a ciclos menstruais irregulares ou à ausência de menstruação.
A identificação precisa dos diferentes factores envolvidos na disfunção ovárica irá permitir uma orientação mais dirigida e consequentemente mais eficiente, da disfunção ovulatória (não ovulação). Neste estudo, as participantes que estiverem a tentar engravidar poderão ainda participar na segunda parte do estudo em que, com um acompanhamento médico rigoroso e com a realização de ecografias de monitorização serão ajudadas a corrigir a disfunção ovulatória (realização de induções da ovulação).
 
Vantagens em Participar
 
  • A participação no estudo permite-te realizar, de forma gratuita, um conjunto de análises clínicas, uma ecografia ginecológica 2d/3d e uma avaliação médica por um(a) médico(a) ginecologista. Esta avaliação clínica integrada, permitirá compreender melhor a tua situação clínica.

  • Para mulheres com ciclos irregulares com intenção de engravidar: podes ainda optar por participar (também de uma forma gratuita) na segunda parte do estudo em que, com acompanhamento médico, será corrigida a disfunção ovulatória (indução da ovulação).

Quem pode participar

Mulheres com ciclos menstruais irregulares e  idade entre os 18-38 anos, e que cumpram uma das seguintes condições:

  • Tenham ciclos menstruais com mais de 36 dias (entre o 1ª dia da menstruação de um ciclo e o primeiro dia de menstruação do ciclo seguinte)

  • Não menstruem se não tomarem a pílula (contraceptivo hormonal) ou outra medicação hormonal 

  • Mulheres com diagnóstico de ovários poliquísticos ou Síndrome do Ovário Poliquístico

Mulheres com ciclos menstruais regulares e idade entre os 18-38 anos (grupo controlo)e que cumpram as seguintes condições:

  • Tenham ciclos menstruais com entre 26 e 35 dias (entre o 1ª dia da menstruação de um ciclo e o primeiro dia de menstruação do ciclo seguinte)

  • Toma de pílula, outro tipo de contracepção hormonal ou outra medicação hormonal para regular a menstruação

Quem não pode participar
  • ​Mulheres que apesar de cumprirem os critérios anteriores tenham sido diagnosticadas com menopausa precoce/insuficiência ovárica prematura.

Quem pode participar com condicionantes
  • Mulheres a fazer a "pílula" ou outra medicação com hormonas sexuais têm que interromper o uso destas medicações, pelo menos 3 meses antes, para poderem participar.

  • Mulheres com Sistema Intra-Uterino com hormonas (Mirena, Jaydess, Kyleena) ou Implanon têm de o retirar, 3 meses antes,  para poderem participar.

  • As mulheres com patologia da tiróide, com necessidade de medicação, podem participar se a função tiroideia estiver compensada.

 
 
 
 
 
Como Participar e Etapas da Participação
  • Preencher o formulário de inscrição no estudo e responder ao inquérito sobre o seu ciclo menstrual, os seus dados demográficos e clínicos.

  • Aguardar pelo email de "Confirmação" de que cumpres os critérios de inclusão no estudo. (Este email pode demorar vários dias)​

  •  Agendar a primeira consulta, através do link fornecido no email de "Confirmação".

  • Realizar a primeira consulta que compreende exame físico dirigido e ecografia ginecológica 2d/3d do útero e ovários.

  • Realizar a colheita de sangue, com a requisição fornecida na consulta, num dos locais indicados nesta página. (Contatos)

  • Realizar a segunda consulta de entrega dos resultados.

Segunda parte 

Se estiver ciclos menstruais irregulares e estiver a tentar engravidar, poderá participar na segunda parte do estudo que consiste na realização de induções da ovulação.

 

  • Nesta segunda parte terá acompanhamento médico para a realização de induções de ovulação, com o objectivo de corrigir a disfunção ovulatória.

  • Este acompanhamento consiste em consultas e ecografias de monitorização da ovulação, agendadas mediante o teu ciclo menstrual.

 

 
 

Equipa Médica

Prof. Doutor Rui Miguelote

Coordenador do Projecto de Investigação

Médico Especialista em Ginecologia-Obstetrícia

Sub-especialidade em Medicina da Reprodução

Professor Auxiliar da Escola de Medicina da UMinho

Investigador do Centro Clínico e Académico de Braga

Dra Vanessa Silva

Médica Interna de Ginecologia-Obstetrícia

Assistente na Escola de Medicina da UMinho

Investigadora do Centro Clínico e Académico de Braga

Dra Cláudia Miranda

Médica Interna de Ginecologia-Obstetrícia

do Hospital Senhora da Oliveira - Guimarães

Dra Ana Isabel Cunha

Médica Interna de Ginecologia-Obstetrícia

do Hospital Senhora da Oliveira - Guimarães

Dra Sofia Dantas

Médica Especialista em Ginecologia-Obstetrícia

Sub-especialidade em Medicina da Reprodução

Directora do Centro de PMA do Hospital de Guimarães

Dra Filipa Brás

Médica Espicalista de Ginecologia-Obstetrícia

do Hospital Senhora da Oliveira - Guimarães

Dra Sofia Costa

Médica Espicalista de Ginecologia-Obstetrícia

do Hospital Senhora da Oliveira - Guimarães

LogoCCA.jpg
ECS-pt.jpg
Hospital_Guimarães_redim.jpg
LogoCCA.jpg
ECS-pt.jpg
Hospital_Guimarães_redim.jpg

Promotores do Estudo

 

CONTATO

Local da Consulta Médica

Hospital Senhora da Oliveira
Consulta Externa 3, Gab. 20
Rua dos Cutileiros, Creixomil
4835-044 Guimarães 

Local da Colheita de Análises - Guimarães

adosinda rosmaninho.png

Clínica Médica Rosmaninho 

Avenida Conde Margaride, 362

4810-537 Guimarães

Contacto: 253 512 684

Horário das colheitas:

Dias úteis 08h00 - 10h30 
Sábados  08h00 - 10h30

Local da Colheita de Análises - Braga

Posto de Braga Centro

Praça Alexandre Herculano, nº18 R/C ESQ -

4710-292 Braga

Contacto: 253 267 210

Horário das Colheitas:

Dias úteis 07h30 - 10h30 
Sábados  08h00 - 10h30

Clínica dos Lagos

Rua Rodrigo de Moura Teles nº4 Real.

4700-265 BRAGA 

Contacto: 937 598 274 

Horário das Colheitas:

Dias úteis 07h30 - 10h30 
Sábados  08h00 - 10h30

 
 
 
 

Seguir

  • Facebook - Black Circle
  • Twitter - Black Circle

© 2018 InOvulação